domingo, 29 de agosto de 2010

Oi queridas!!


Tempinho que não falo de casamento, então textinho super útil que li no Planejando Meu Casamento.


Excelente semana a todas vcs!


Em um orçamento de festa de casamento, gastos com decoração, fotos e aluguel do salão são mais ou menos fixos: pouco variam se vocês receberem 100 ou 400 pessoas.

O que define mesmo o preço de uma recepção é o tipo e a quantidade de comida que será servida - que é cobrada por cabeça. Existem diferentes opções para diferentes bolsos. Saibam como economizar em cada uma e escolham a que mais agradar.

Tipos de recepção

  • Bolo e bebida

É a forma mais simples de brindar com os convidados após a cerimônia e entretê-los enquanto vocês recebem os cumprimentos.

É uma opção para quem está com o orçamento curtíssimo mas não quer que tudo acabe no altar.

Vocês gastarão apenas com bolo, bebidas, louças e garçons. Docinhos são opcionais. A música de fundo não precisa ser ao vivo e deve estar em um volume agradável, que não dificulte conversas.

Dicas

. Dependendo da igreja, o bolo e as bebidas podem ser servidos no local, e vocês economizam o aluguel de um salão.

. Vocês mesmo podem comprar as bebidas, direto de distribuidoras, o que significa uma bela economia.

. Se o número de convidados for pequeno, vocês podem aproveitar louças (pratos, talheres e copos) antigas de família em vez de alugar.

. O que encarece o bolo é a pasta americana, aquela camada branca espessa que dá a cara de casamento ao doce. Quanto mais for usada, mais caro fica. Uma idéia para baratear é fazer um bolo com andares vazados (as camadas de bolo são intercaladas com espaços vazios que podem ser preenchidos com flores). Fica vistoso e barato.

. Lembre-se que o bolo que aparece na foto é apenas um enfeite. Ele nem precisa ser de verdade – pode ser o que chamam de bolo cenográfico. O que é servido aos convidados é muito mais simples e barato.

  • Coquetel

Enquanto os noivos recebem os cumprimentos, são oferecidos canapés, salgadinhos e bebidas para os convidados.

O cardápio inclui apenas itens que podem ser comidos com as mãos, sem auxílio de talheres – com exceção do bolo. Não são necessárias mesas com cadeiras individuais e os quitutes podem ser dispostos em determinado local ou servidos por garçons.

É uma forma de manter os convidados por perto por mais tempo após a cerimônia, mesmo que os noivos não tenham condições de oferecer um jantar.

Dicas

. Disponha algumas cadeiras pelo salão para idosos e crianças, que não podem ficar de pé muito tempo.

  • Coquetel e mesa de massas

Opção um pouco mais cara que o coquetel simples, mas mais barata que o jantar completo. É uma das escolhas mais populares.

Inclui o coquetel, as bebidas e uma mesa de massas. Nesse caso, as mesas devem ter lugar para todos, para que possam comer sentados.

Dicas

. Massas simples saem mais em conta que as recheadas. Ao pedir um orçamento, verifiquem a diferença de preços entre os tipos de massas e molhos.

. As opções mais fáceis de servir são as que vêm em unidades (canelone, por exemplo). Crepes também são uma boa pedida.

  • Coquetel seguido de jantar

Coquetel seguido de jantar com salada, massa, carne e sobremesa. Costuma ser o sonho de consumo dos noivos – quem não gostaria de comemorar um momento especial com um super jantar?

Mas é também a mais cara das opções. Se for a escolha de vocês, também dá para economizar.

Dicas

. Analisem o cardápio, vejam que itens consideram dispensáveis. Experimentem também bolar um cardápio vocês mesmos e então cotar preços com pretadores de serviços.

. Sugiram substituições. Peixes são mais caros que carne vermelha, por exemplo.

. Escolham uma sobremesa simples (um sorvete com calda é certamente mais em conta que um doce mais elaborado) ou a substituam pelo próprio bolo.

Observações gerais:

. As bebidas alcoólicas geralmente não estão inclusas nos pacotes. Verifiquem qual é a política do buffet. Se for o caso de vocês comprarem, procurem uma distribuidora.

. Na hora de contar os convidados lembrem de perguntar sobre crianças. Muitos buffets dão descontos e alguns até não cobram por elas.

. Na hora de pedir orçamentos, informe um número de convidados menor que o real. Assim, você poderá depois chorar um desconto para um número maior de pessoas.

. Não contratem o serviço de buffet para o número exato de convidados. Se chamou 200 pessoas, contrate o serviço para 150. O prestador certamente está preparado para receber mais pessoas e cobra mais tarde pelos convidados a mais. Porém, se for menos gente do que vocês pagaram, o dinheiro não será devolvido.

. O tempo que seus convidados permanecerão na festa está diretamente relacionado ao quanto de comida será servido. Se você economizar na quantidade, corre o risco de ver seus amigos indo embora antes de terminar de cumprimentar todo mundo. Prefira uma festa mais simples, porém farta.

7 comentários:

  1. Oi Manu... Adorei as dicas! Gente, o que que é esse negócio da comida ser farta né?? É bom saber... hehehe
    Bjksss

    ResponderExcluir
  2. Amiga, espero que tenha voltado com força total pro nosso assunto predileto.... huuhu.
    Bjo.

    ResponderExcluir
  3. Nossa Manu eu já pensei em fazer de um tdo no meu casamento, mas ñ consigo chegar em algo legal e q caiba no meu bolso =(

    Bjinhus!!

    ResponderExcluir
  4. Oi Mnu amei sua visita. Sobre o nome da igreja é São Francisco das Chagas, no Carlos Prates. N rua Padre Eustáquio, próximo do Sesc.Bjokas

    ResponderExcluir
  5. O texto tem dicas ótimas, que as vezes nem damos bola! Brigadinha pelo seu coment!
    Bjos

    ResponderExcluir

Colaboradores

Pesquisar este blog

Seguidores

Postagens populares

Blogs Amigos

Tecnologia do Blogger.